To see this website, you need a web browser with JavaScript enabled! Um diese Seite darstellen zu können, benötigten Sie einen JavaScript-fähigen Browser.

Os produtos podem não estar disponíveis para aquisição em todos os países:

Estes produtos e serviços oferecidos foram banidos em alguns países, sem qualquer justificação plausível. Consequentemente, a vendas destes produtos poderá ser obscura ou até mesmo proibida. Por vezes, poderá até ser proibida a simples compra.

Os métodos de pagamento (Visa, MasterCard, American Express, Diners Club, JCB, etc.) são monitorizados pelos governos e serviços de informação dos países, assim como PayPal, Skrill, sofortüberweisung.de e até transferências bancárias. Este aspeto é negativo, mesmo que não haja muitas complicações.

Os revendedores sentem o mesmo problema, pois organismos governamentais, concorrentes e supostas entidades de supervisão da lei participam-nos a um prestador de serviços de pagamento e somos obrigados a deixar de recorrer aos serviços desse prestador. Esta situação já ocorreu com prestadores como o PayPal e Paysafecard.

Chegamos então há mensagem que pretendemos transmitir:

As criptomoedas, como Bitcoin ou Litecoin, não estão sujeitas a regulação governamental, são anónimas e não podem ser monitorizadas, apresentando vantagens tanto para o consumidor como para nós.

Outro aspeto importante é a taxa cobrada pelos pagamentos, a qual obriga os revendedores a onerar os seus clientes. Os prestadores de serviços de pagamento cobram anualmente biliões pela transferência de dinheiro. As taxas atuais são habitualmente de 8% para os pagamentos por cartão de crédito, podendo atingir 11% no caso de pagamentos por Paysafecard. As criptomoedas como a Bitcoin são moedas globais e os pagamentos custam apenas alguns cêntimos em todo o mundo, sem restrições!

Queira informar-se sobre as criptomoedas. Inicialmente, poderá parecer muito complicado mas, logo que começar a utilizar, torna-se muito simples:

– Nas criptomoedas existem “carteiras”.
– Uma carteira é um endereço único composto por letras e números.
– As criptomoedas podem ser compradas, vendidas ou trocadas livremente.
– Os pagamentos podem ser feitos através da digitalização de um código QR no telemóvel ou enviando a criptomoeda diretamente.
– Algumas horas após recebermos a confirmação do pagamento, iremos processar a sua encomenda imediatamente.

Pode recorrer aos prestadores de serviços de pagamento para as criptomoedas ou podemos dar ao cliente um endereço para enviar o pagamento. Este método é fácil, rápido, discreto e anónimo.

Segue-se uma lista das criptomoedas mais comuns:
– Bitcoin
– Ethereum
– Ripple; e, também
– Litecoin e
– Dash

Atualmente, o volume de negócios transacionado por criptomoeda ronda 100 mil milhões de dólares americanos. Mais informação em Wikipedia.org.

O primeiro passo consiste em escolher uma criptomoeda e criar uma “carteira”. Pode fazê-lo online ou offline. Recomendamos as seguintes “carteiras”:
Bitcoin.de (alemão, inglês, francês, espanhol e italiano – só Bitcoin)
Blockchain.info (25 idiomas – só Bitcoin)
Coinbase.com (alemão, inglês, espanhol, francês, italiano, indonésio, holandês, português – Ethereum, Bitcoin e Litecoin)
Coinsbank.com (inglês- Bitcoin, Litecoin, USD, EUR, GBP e RUB)
Bitpay.com (inglês- só Bitcoin)

A melhor forma consiste em registar-se num prestador de “carteira” online e ativar a autenticação por 2 passos para aumentar o nível de segurança. Imediatamente depois, pode comprar o valor de criptomoeda pretendido por um custo reduzido – apenas o suficiente para pagamento rápido das suas compras (por exemplo, 100 euros). De notar que as criptomoedas também têm taxas de câmbio e o seu valor pode variar.

Esperamos que o tópico da criptomoeda possa ter sido explicado em detalhe e o quão urgente é começar a utilizá-la antes que seja demasiado tarde!

Se tiver qualquer questão, contacte a nossa equipa de assistência.

 


Mais informação aqui: